CANÁRIO GLOSTER

 

Os Gloster são canários pequenos de torna afunilada e arredondada ao mesmo tempo, com cabeça de tamanho normal, provida de um pequeno bico e unida ao tronco por um curto pescoço. Asas de comprimento médio, bem pegadas ao tronco e com as penas inteiramente definidas, jamais cruzando nas extremidades; cauda relativamente estreita e curta, cuja parte inferior, levemente menos densa, deve contribuir para que dê a aparência de um prolongamento do corpo. Pernas curtas de comprimento médio. Plumagem densa e sedosa ou então perfeitamente ordenada, mas sempre aderente ao corpo

 

 Os tons preferidos são os uniformes: Amarelo, Branco, Isabel, Verde e Cinzento; são especialmente apreciados os exemplares claros com o topete ou a parte superior da cabeça (quando não possuem esse apêndice) de cor escura. Os exemplares manchados costumam ser também solicitados desde que sejam simétricos. 

Uma boa poupa (a forma elíptica é a preferida, mas também se aceita a ovalada), além de possuir a forma adequada, deve ter as proporções convenientes, ou seja, não ser nem exces­sivamente pequena nem tão grande a ponto de atingir a ponta do bico e cobrir os olhos. Apesar de tudo, a característi­ca principal desta raça é o seu tamanho quase miniatura, que em nenhum caso deve superar os 11 5 centímetros isso tendo em consideração, ademais, que um exemplar será tanto mais apreciado quanto menor ele seja em relação ao limite, obviamente desde que apresente perfeitas as outras características raciais.

 

 

  Os Gloster possuem um canto doce e melodioso, são muito vivos, robustos e não necessitam de grandes cuidados; além disso são óptimos reprodutores. Respeitando a regra segundo a qual deve-se acasalar sempre um canário de poupa com outro de cabeça lisa, no caso deste canário  — ao contrário do que ocorre nas outras raças —  convém fazer esse acasalamento entre dois indivíduos de plumagem nevada, intercalando cada três ou quatro temporadas de cria um acasalamento normal entre um exemplar nevado e outro de plumagem intensa. Os recém-nascidos tornam-se facilmente independentes e são muito mais precoces que os de outras raças de canários.

 

 

Ao comprar um Gloster deve recusar os exemplares de comprimento superior a 12 cm, assim como aqueles que possuam a cabeça excessivamente grande ou muito pequena, bico grosso ou vértice do bico tendendo para plano. De forma análo­ga, são pouco aconselháveis os Gloster com plumagem grosseira e desordenada e pernas excessivamente longas ou muito curtas. Esta raça goza de difusão moderada fora da Inglaterra, com preferência considerável entre os criadores de exposição; lamentavelmente, no entanto, mesmo entre os melhores criadores, é bastante raro encontrarem-se exemplares de tamanho autenticamente pequeno, já que a tendência generalizada é no sentido de produzirem-se exemplares de tamanho superior ao máximo estabelecido pelo standard correspon­dente.

 Os meus animais

 

 

Copyright © 2001 - João Carvalho

Todos os direitos reservados